Enquanto os muçulmanos se sentem ofendidos…

» Posted by on 20 20UTC janeiro 20UTC 2015 in Blog | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)
04_imagem da destruicao dos budas bamiyan_21 marco 2001

Destruição dos Budas afegãos pelo Taleban

Depois dos atentados ao Charlie Hebdo eu tenho ouvido muita gente papagaiando o discurso politicamente correto de que ʺtal barbárie fora praticada por uma minoria fanática. Eles não são verdadeiros muçulmanos”. Pelo o que eu tenho visto essa minoria tem se mostrado bastante grande.

Em todos os lugares onde os muçulmanos são maioria as religiões minoritárias são agredidas de diversas formas. Os cristãos armênios, ortodoxos, coptas e outras minorias são perseguidos e as vezes eliminados em terras muçulmanas. Ora, eles já viviam ali muito antes da chegada do islã. Os judeus sefarados, outrora numerosos em terras árabes, tiveram que abandoná-las seja de bom  grado, seja de forma forçada. Logo após a independência da Índia, hindus, budistas, sikhs, jains, judeus e cristãos, estavam de acordo em viver juntos. Os muçulmanos não. Eles seccionaram a India criando assim um país só para eles, o Paquistão. O que acontece é que os muçulmanos querem viver ativamente (e publicamente) sua fé, em todo lugar do mundo, mas se vê que eles toleram muito pouco ou não toleram de jeito algum que alguma outra religião seja praticada em seus países. Na França, por exemplo, existem cerca de 2000 mesquitas. Mas não se vê uma única igreja em vários países muçulmanos. Faz uma semana o rei da Arábia Saudita assinou um documento oficial que estipula que todo ateu é terrorista. Isso é tolerância?

Eu sou do ponto de vista de que quando eu vou à casa de outra pessoa eu devo respeitar os hábitos daquele ambiente. Se eles não me agradam, eu saio. Mas eu não vou querer impor meus hábitos na casa dos outros. Principalmente se meus hábitos são opressores e violentos. Isso me parece normal mas os muçulmanos querem que os donos da casa se inclinem aos seus hábitos. Imaginem agora se fossemos querer impor nossos hábitos em terras do Islã. Aqui na Bélgica existem várias piscinas públicas. São piscinas cobertas e aquecidas, com vestiários, lanchonetes, etc. São frequentadas por famílias e escolas. Os muçulmanos querem que se estipulem dias separados para homens e para mulheres ou que se separem piscinas pra homens e piscinas para mulheres. Eles não comem porco. Eles querem então que não se prepare mais pratos com porco nas escolas, faculdades, hospitais, aviões e até nas sopas de caridade que se dá aos desfavorecidos sem teto. Isso para não correr o risco de haver uma contaminação. Eles não querem permitir que se transporte cães (animal impuro) em ônibus. Os condutores muçulmanos de ônibus, taxis e metrô, querem ter o direito de parar o veículo onde estiverem para orar (6 vezes por dia). Eles querem forçar, sob pena de boicote, a todos os fast-foods e lanchonetes a prepararem comida halal (halal é a comida preparada sob rituais muçulmanos onde, entre outros rituais, os animais são sacrificados através de uma degolação). Eles não querem que suas esposas trabalhem, mas que recebam o seguro desemprego. Eles não fazem controle de natalidade e têm 7, 8, 9.. 12 filhos. É bom saber que cada criança aqui na Bélgica, recebe uma ajuda financeira do governo até os 18 anos. Uma bolsa-família.

Eles querem implantar a sharia na Europa (a lei islâmica que inclui casamento forçado, uso do niqab, amputação de membros, chicotadas, apedrejamento, degola, interdição de apostasia, entre outras). Eles são abertamente declarados contra a democracia e dizem que a única lei é a de Alá. Eles se sentem ofendidos com piadas contra seus símbolos mas não toleram a adoração de nenhuma imagem (mesmo quando alguém admira uma obra de arte de um ponto de vista artístico e não religioso). Lembran-se dos inestimáveis budas afegãos? Pois bem, em poucos anos eles serão uma fatia importante da população aqui na Bélgica e elegerão muitos deputados.

Destruição dos Budas e de imagens pelo Taleban.http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=288

Jeronimo Freitas

Enquanto os muçulmanos se sentem ofendidos..., 10.0 out of 10 based on 2 ratings

Postagens relacionadas:

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

ChatClick here to chat!+

Featuring Recent Posts WordPress Widget development by YD